As flores da resistência que nascem do campo

Autores

  • Beatriz C. T. Mendes UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

DOI:

https://doi.org/10.13102/jeuefs.v2i2.6087

Resumo

O presente resumo busca sintetizar a pesquisa-ação desenvolvida no biênio 2018-2020 junto ao projeto de extensão Direito e Movimentos Sociais coordenado pelo professor Emmanuel Oguri Freitas. Apesar de ser um grande desafio, transformar dois anos de trabalho em poucas palavras, o texto organizado  o conclui ao demonstrar os avanços obtidos nos estudos juntamente com as visitas de campo, experiência que agregou conhecimento e vivências significativas tanto para a comunidade acadêmica quanto para as pessoas que vivem nas comunidades alvo do projeto. Foi possível reunir forças em torno dos conflitos socioambientais que nos foram apresentados e colher dessa experiência, além de um conhecimento que apenas a terra pode oferecer, uma proposta de categoria de análise dentro da teoria de gênero: a sororidade concreta.

Biografia do Autor

Beatriz C. T. Mendes, UNIVERSIDADE ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANA

Departamento de Ciências Sociais Aplicadas; 

Curso de Direito

Referências

NOBRE, Miriam. Mulheres na economia solidária. In: CATTANI, Antônio (Org.) A Outra Economia. Editora Veraz e Unitrabalho, Porto Alegre, janeiro de 2020. 10p.

THAYER, Millie. “Feminismo transnacional: Re-lendo Joan Scott no Sertão”. Revista Estudos Feministas 9(1), 2001, pp. 103-130.

AGUIAR, Vilênia V.P. O trabalho das mulheres nos espaços rurais: algumas reflexões. RAÍZES, v.37, n.2, janeiro de 2017. 16p.

BRANDÃO. Carlos Rodrigues (Org.). 1999. Pesquisa Participante. São Paulo: Brasiliense.

Downloads

Publicado

2021-11-19