RECURSOS AUDIOVISUAIS EM PRÁTICAS EXTENSIONISTAS COM PLANTAS ALIMENTÍCIAS NÃO CONVENCIONAIS NO TERRITÓRIO PORTAL DO SERTÃO

Autores

  • Dyana Oliveira Borges Universidade Estadual de Feira de Santana

DOI:

https://doi.org/10.13102/jeuefs.v2i2.6096

Resumo

Há, atualmente, um consenso acerca da importância das plantas alimentícias não convencionais para os debates que envolvem segurança e soberania alimentar. Do mesmo modo, há um reconhecimento de que seu cultivo e consumo é parte das práticas culturais que conferem identidade a determinadas comunidades em suas relações com o meio ambiente. No presente plano de extensão, acreditamos que o uso de recursos audiovisuais para o registro e divulgação acerca dos usos destas plantas pode servir também como um meio de aproximação entre o saber acadêmico e as comunidades tradicionais. Neste sentido, temos como perspectiva de trabalho realizar um levantamento dos usos de plantas alimentícias não convencionais por entre comunidades rurais pertencentes à região Território Portal do Sertão, com vistas à realização (criação e exibição) de vídeos acerca de tais usos e de suas implicações ambientais, buscando aprofundar os debates sobre agrocologia e segurança alimentar.

Biografia do Autor

Dyana Oliveira Borges, Universidade Estadual de Feira de Santana

Departamento de Ciências biológicas.

Referências

BARREIRA, T.F. et al. Diversidade e equitabilidade de Plantas Alimentícias Não Convencionais na zona rural de Viçosa, Minas Gerais, Brasil. Rev. bras. plantas med., Botucatu, v.17, n.4, supl. 2, p.964-974, 2015. Disponível em <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-05722015000600964&lng=en&nrm=iso>. access on 15 Sept. 2020. https://doi.org/10.1590/1983-084X/14_100.

KINUPP, V.F.; LORENZI, H. Plantas alimentícias não convencionais (PANC) no Brasil: guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas. São Paulo: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2014.

Downloads

Publicado

2021-11-19