Longslit spectroscopy of the peculiar Seyfert 2 galaxy HRG 10103

Autores

  • Paulo C.R. Poppe Departamento de Física - UEFS http://orcid.org/0000-0002-8059-611X
  • Vera A.F. Martin Departamento de Física - Observatório Astronômico Antares - UEFS http://orcid.org/0000-0001-7049-2053
  • Max Faúndez-Abans Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT
  • Mariângela de Oliveira-Abans Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT
  • Iranderly F. de Fernandes Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT

DOI:

https://doi.org/10.13102/sscf.v6i.5299

Palavras-chave:

Longslit Spectroscopy, Peculiar Galaxy, Spectral Classification, Diagnostic Diagram.

Resumo

We present the rst optical longslit spectroscopy for the galaxy HRG 10103, an Sa(r) type peculiar galaxy seen face-on with an asymmetrical elliptical structure. The main goal of this work is to provide the spectral classication of the current object using the `traditional' diagnostic diagrams. However, we also present a diagnostic involving the known emission line ratio R23, usually used to estimate the O/H abundance ratio. The idea is to make a better distinction between the narrow-line AGNs and the H II galaxies. The spectra were obtained in two observatories (OPD-LNA/MCT and Gemini-South) and includes some of the most important emission lines for ionization diagnostic. Based on the observed spectra, HRG 10103 is a Seyfert 2 galaxy with typical line-ratios values in the optical range. We have estimated nuclear redshift of z = 0.039. The resulting reddening values as a function of distance from the nucleus are presented too. The errors in the  fluxes were mostly caused by uncertainties in the placement of the continuum level. The rotation curve is typical of spiral disks, rising shallowly and  attening at an observed amplitude of about 200 km s^(-1). Some other physical parameters have been derived whenever possible. The spectroscopic data reduction was carried out using the GEMINI.GMOS package as well as the standard IRAF procedures.

Métricas

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Paulo C.R. Poppe, Departamento de Física - UEFS

Bacharel em Física (1992) e Mestre em Física (1998) pela Universidade Federal da Bahia. Doutor em Ciências (Física) (2005) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Física da Universidade Estadual de Feira de Santana (DFIS-UEFS). Tem trabalhado em Física com ênfase em Teoria Geral de Partículas e Campos e Física Matemática, atuando nos temas: Eletrodinâmica Quântica em Cavidades, Formulação Hamiltoniana de Teorias de Calibre e Geometria Não-Comutativa e Aplicações da TQC em Matéria Condensada.

Vera A.F. Martin, Departamento de Física - Observatório Astronômico Antares - UEFS

Possui graduação em Física pela Universidade de São Paulo (1986), mestrado (1991) e doutorado (1998) em Astronomia pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora titular da Universidade Estadual de Feira de Santana. Tem experiência na área de Astronomia Fundamental - confecção de catálogos estelares e conexão entre sistemas de referência, especialmente entre sistema óptico e sistema rádio de referência. Realizou pós-doutoramento na área de Astrofísica Extragaláctica - galáxias aneladas peculiares, no Laboratório Nacional de Astrofísica/MCTI entre os anos 2005 e 2006. Atualmente dedica-se à pesquisa em Galáxias Aneladas Peculiares: espectroscopia e fotometria. Foi coordenadora do Mestrado Profissional em Astronomia da UEFS desde sua criação em 2013 até junho/2019. Faz parte do Banco de Avaliadores do INEP/MEC desde 2007. Esteve na presidência da Comissão Própria de Avaliação da UEFS desde a implantação em 2008 até 2019. Coordenou a Pós-Graduação/PPPG da UEFS entre 2017 e 2019. Atualmente coordena a Graduação da UEFS-PROGRAD.

Max Faúndez-Abans, Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT

Possui graduação em física na Facultad de Ciencia - Universidad de Chile (1976), mestrado em física na Facultad de Ciencia - Universidad de Chile (1981), e doutorado no Instituto Astronômico e Geofísico, pela Universidade de São Paulo (1987). Atualmente é pesquisador Titular III no MCT/Laboratório Nacional de Astrofísica. Tem experiência na área de Astronomia Galáctica, com ênfase em Astrofísica do Meio Interestelar, atuando principalmente em Nebulosas Planetárias, e Meio Interestelar. Atualmente desenvolve pesquisas em Astronomia Extragaláctica, principalmente em Galáxias Aneladas, e física da Matéria Escura.

Mariângela de Oliveira-Abans, Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT

Possui graduação em Bacharelado em Física pela Universidade de São Paulo (1977) e mestrado em Astronomia pela Universidade de São Paulo (1985). Atualmente é pesquisadora do MCTI / Laboratório Nacional de Astrofísica. Tem experiência em pesquisa na área de Astrofísica, com ênfase em Galáxias, atuando principalmente nos seguintes temas: astronomia, fotometria, ensino, divulgação e galáxias aneladas peculiares. É responsável pela divulgação científica, tecnológica e institucional do MCTI/LNA e é a representante nacional nas redes de divulgação e ensino do Observatório Gemini e do Telescópio SOAR. É a Gerente Nacional do Telescópio Canadá-França-Havaí (CFHT). É revisora junto à Revista Latino-americana de Ensino de Astronomia - RELEA-, e da Revista Production, publicada pela Associação Brasileira de Engenharia de Produção - ABEPRO. É doutora em Engenharia de Produção pelo Instituto de Engenharia de Produção e Gestão da Universidade Federal de Itajubá - IEPG/UNIFEI, na área de Qualidade, Simulação e Modelagem.

Iranderly F. de Fernandes, Laboratório Nacional de Astrofísica - MCT

Possui graduação em Bacharelado Em Física pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1996), mestrado em Astronomia pela Universidade de São Paulo (2000) e doutorado em Astronomia pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual de Feira de Santana. Tem experiência na área de Astronomia, com ênfase em Galáxias, atuando principalmente nos seguintes temas: abundância química, observatório virtual, regiões hii, extragaláctica e agn.

Referências

A. Alonso-Herrero, M.J. Rieke, G.H. Rieke, J.C. Shields. ApJ 530, 688 (2000).

J.A. Baldwin, M.M. Phillips, R. Terlevich. PASP 93, 5 (1981).

M. Brocklehurst. MNRAS 153, 471 (1971).

A. Constantin, M. Vogeley. ApJ 650, 727 (2006).

M. Faúndez-Abans, M. de Oliveira-Abans. A & AS 129, 357 (1998).

A.V. Filippenko, R. Terlevich. ApJ L79, 397 (1992).

A.C. Goncalves, M.P. Veron-Cetty. A & AS 135, 437 (1999).

L.C. Ho, A. Filippenko, W.L.W. Sargent. ApJS 112, 315 (1997).

L.C. Ho, A. Filippenko, W.L.W. Sargent. ApJ 487, 568 (1997).

L.J. Kewley, B. Groves, G. Kaumann, T. Heckman. MNRAS 372, 961 (2006).

D.E. Osterbrock, G.J. Ferland, Astrophysics of Gaseous Nebulae and Active Galactic Nuclei (2nd Edition). Mill Valley: University Science Books (2006).

W. Vacca, P. Conti. ApJ 401, 543 (1992).

S. Veilleux, D.E. Osterbrock. ApJS 63, 295 (1987).

Publicado

2010-12-20

Como Citar

Poppe, P. C., Martin, V. A., Faúndez-Abans, M., de Oliveira-Abans, M., & de Fernandes, I. F. (2010). Longslit spectroscopy of the peculiar Seyfert 2 galaxy HRG 10103. Sitientibus Série Ciências Físicas, 6, 11–16. https://doi.org/10.13102/sscf.v6i.5299

Edição

Seção

Astronomia e Astrofísica
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)