Andejos e desterrados nas narrativas do cacau de Jorge Amado

Autores

  • Marcos Aurélio Souza UNEB, Campus I, Salvador

DOI:

https://doi.org/10.13102/cl.v22i3.7033

Resumo

O presente artigo analisa a presença de dois tipos de personagens nas chamadas obras do cacau de Jorge Amado: Cacau de 1933, Terras dos sem fim de 1943, São Jorge dos Ilhéus de 1944, Gabriela, cravo e Canela de 1958 e Tocaia Grande de 1984. São eles: os andejos e os desterrados. Andejos são personagens de intensa mobilidade geográfica, que se deslocam por motivos econômicos e/ou prosaicos. Desterrados são deslocados por injunções históricas coletivas (guerra, fome etc.), que buscam permanência em lugar que lhe acene possibilidades econômicas, culturais e emocionais de vida. Tais nomenclaturas (andejo e desterrado) não expressam conceitos fechados ou indicam entidades fixas. São estabelecidas aqui pelas possibilidades de suplementação de uma identidade móvel (DERRIDA, 2005), com a qual valores culturais são negociados.

Biografia do Autor

Marcos Aurélio Souza, UNEB, Campus I, Salvador

Professor Titular da área de Linguagem, DEDCI/UNEB/Campus I.

Referências

AMADO, Jorge. A descoberta da América pelos turcos. Rio de Janeiro: Record, 1994.

AMADO, Jorge. Cacau. 47. ed. Rio de Janeiro: Record, 1987a.

AMADO, Jorge. Gabriela Cravo e Canela. São Paulo: Martins, 1987b.

AMADO, Jorge. Jubiabá. 63. ed. Rio de Janeiro: Record, 2006.

AMADO, Jorge.No país do carnaval. Rio de Janeiro: Record, 1968.

AMADO, Jorge. O menino grapiúna. 24. ed. Rio de Janeiro: Record, 2006.

AMADO, Jorge. São Jorge dos Ilhéus. 50. ed. Rio de Janeiro: Record, 1987c

AMADO, Jorge. Tenda dos Milagres. São Paulo: Círculo do livro S. A., 1989.

AMADO, Jorge.Terras do Sem Fim. 21. ed. Rio de Janeiro: Record, 1969.

AMADO, Jorge.Tocaia Grande. Rio de Janeiro: Record, 1987d.

DELEUZE, Gilles. A lógica do sentido. Tradução de Luiz Roberto Salinas Fortes. 4. ed. São Paulo:

Perspectiva, 2003.

DERRIDA, Jacques. Escritura e Diferença. Trad. Maria Beatriz Marques Nizza da Silva.SãoPaulo: Perspectiva, 2005

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. Organização e tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro:Edições Graal, 2006.

Downloads

Publicado

2022-05-07

Como Citar

Souza, M. A. (2022). Andejos e desterrados nas narrativas do cacau de Jorge Amado. A Cor Das Letras, 23(1), 53–62. https://doi.org/10.13102/cl.v22i3.7033

Edição

Seção

Dossiê: Um Jorge Amado para o século 21: leitores, narração, identidade, humanismo e mundos ficcionais